Esta Rede objetiva uma multidão de crianças com caráter forjado por Jesus, cheias do Espírito Santo e destemidas em levar a Palavra. Crianças cheias de graça e sabedoria do alto.

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

LÍDIA - A VENDEDORA DE PÚRPURA



"As formigas não são um povo forte; todavia no verão preparam a sua comida." (Pv. 30:25)
Às vezes, a gente nem vê as formiguinhas, de tão pequeninas que elas são, mas Deus as criou para que a gente aprendesse também com elas. Elas sabem  usar o seu dom, trabalhando, construindo formigueiros, guardando comida.

Sabe...tem pessoas que a gente vê na Bíblia, que parecem como formiguinhas. A história delas é pequenininha, mas é muito importante aprender com essas pessoas: elas tem um dom especial, um talento especial, e não desperdiçam aquilo que Deus deu para elas!!!

Uma dessas pessoas é Lídia. A sua história está na Bíblia em poucas palavras, mas é muito linda!!!

Lidia

Lídia era muito boazinha e também era rica. Ela tinha uma casa muito grande e gostava de receber as pessoas, hospedando em sua casa.

Sua profissão era vendedora e ela vendia púrpura. Você sabe o que é púrpura? Púrpura era um tinta vermelha extraída de moluscos. Antigamente, as pessoas não tinham roupas tão coloridas como as nossas. As roupas eram sempre da mesma cor e as pessoas enjoavam. Então, descobriram que do molusco se conseguia extrair uma espécie de tinta vermelha e assim poderiam ter roupas vermelhas também!!!

Mas tinha um probleminha... A tinta era muito cara e só pessoas ricas podiam comprá-la. Lídia, vendia essa tal púrpura para as pessoas nos palácios, conversava com os ministros, tesoureiros e príncipes. Ela era uma mulher muito inteligente, sabia fazer as contas direitinho e ninguém enganava ela!!! Por isso era muito respeitada onde morava.

No lugar onde Lídia morava, as pessoas não acreditavam em Deus, o Criador de todas coisas. Eles tinham vários deuses e ficavam adorando aquelas imagens. Lídia não gostava daquilo e então ela decidiu crer e temer somente a Deus.

Na cidade de Filipos, onde Lídia morava, tinha um rio e ela gostava de ir à beira do rio para orar, conversar com Deus. Pedir ao Senhor a Sua proteção e também agradecer pelas bençãos recebidas.

E enquanto estava no rio orando, ela viu alguns homens se aproximando.Ela não teve medo dos estranhos, pois percebeu que eram pessoas de bem.


Um desses homens, se chamava Paulo, e ele falou que o Deus criador de todas as coisas, enviou seu Filho Jesus para morrer pelos nossos pecados.

Lídia escutou atentamente, pois tudo o que aquele homem falava, ela nunca tinha ouvido antes, era tudo novidade. Paulo disse que Jesus morreu na cruz, mas ao terceiro dia ressuscitou, e quem cresse no Filho de Deus e fosse batizado, seria salvo.

A vendedora de púrpura não pensou duas vezes e logo quis se batizar e logo em seguida, foi a vez de todos os da sua casa. Foi uma festa!!! E agora ela era feliz, porque tinha Jesus em seu coração!!!

E foi assim, com o coração transbordante de alegria que Lídia convidou a Paulo e seus amigos para ficarem em sua casa, pois eles não tinham onde dormir. Ela mesmo preparou uma comida bem gostosa para eles e arrumou um quarto bem quentinho para repousarem a noite, antes de partirem.


Depois que Paulo foi embora de Filipos, deixou uma igreja naquele lugar que se reunia na casa de Lídia, a vendedora de púrpura. Muitas pessoas que adoravam deuses estranhos se converteram ao Deus Vivo, se batizaram e junto com Lídia foram espalhando o Evangelho em toda a Europa.

Assim como Lídia, eu e você no Ano da Maturidade, vamos falar de Jesus para muitas pessoas e espalhar o seu Evangelho por onde passarmos!!!

(Adaptado de www.linolica.com.br/lidia.html)



3 comentários: